Os últimos retoques no Parque dos Imigrantes

Criciúma

Prefeito de Criciúma Clésio Salvaro aproveitou uma folga na agenda durante esta quinta-feira para guiar a imprensa, secretários e vereadores por uma visita as obras do Parque dos Imigrantes. A estrutura que está sendo finalizada no Rio Maina será o palco das celebrações do aniversário de 139 anos do município, que será celebrado no dia 6 de janeiro. Entre os convidados, um em especial não escondeu a emoção. É naquele terreno, que hoje ganha corpo de parque municipal, que o agora vereador Júlio Colombo (PSB) vinha quando criança para brincar.

“Era um potreiro muito bonito. Aqui tinha pelo menos três açudes, árvores e as escolas do Rio Maina traziam seus alunos aqui para atividades extraclasse, para fazer piquenique. Depois o terreno foi vendido e virou um depósito de rejeito de carvão. Agora, anos mais tarde, esse local vai poder outra vez receber as crianças, para piquenique, brincadeiras e para aprender sobre a nossa história”, explica.

Visita às obras do Parque dos Imigrantes Fotos;Deza Bergmann

Quando finalizado o parque vai ter praça poliesportiva, pista de caminhada, pista de ciclismo, palco multiuso que também se torna pista de skate, um labirinto verde. “O maior do Sul do Brasil, que será uma atração a parte”, reforça o prefeito Salvaro e uma atafona. A estrutura montada em madeira, com pedra mó e que será girada por uma roda d’água servirá de ponto de encontro para os visitantes.

“A pedra data de 1880 e foi doada pela família do Estevão Pierini e vai estar funcionando. Fizemos essa estrutura nos mesmos moldes do que eram as atafonas, que eram as primeiras indústrias dos imigrantes. Objetivo que as pessoas entrem aqui e lembrem do galpão do nono e da nona”, ressalta Salvaro.

Mesmo após a inauguração o parque ainda continuará recebendo ajustes. Também após a inauguração o governo deve definir o modelo de gestão da estrutura para garantir que ao longo dos anos ele continue servindo a comunidade.