Santuário de Caravaggio é apresentado em Roma

Nova Veneza

A fé, a devoção e a espiritualidade que permeiam o dia a dia do Santuário Diocesano Nossa Senhora de Caravaggio, em Nova Veneza, fundado há mais de 50 anos na Diocese de Criciúma, chegou aos ouvidos dos membros do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização e para centenas de participantes do 1º Congresso Internacional de Reitores e Agentes de Pastoral dos Santuários. O encontro foi realizado de 27 a 29 de novembro, em Roma, na Itália, e teve por tema “Santuário, porta aberta para a nova evangelização”.

Participou do encontro o seminarista diocesano Giliard Cesconeto Gava, que atualmente estuda na Pontifícia Universidade Lateranense, na capital italiana.

“Tivemos o encontro com quase 600 reitores e agentes de pastoral de santuários do mundo inteiro.  Tive a oportunidade, junto a outros dez do mundo inteiro, de colocar um pouco a realidade de nosso santuário. Junto aos santuários de Fátima, Guadalupe, Lourdes, nós tivemos também a oportunidade de falar sobre o nosso santuário, sua história, o que é desenvolvido, sobretudo com relação à juventude.  Um momento muito interessante, como âmbito mundial. Dom Rino Fisichella, ao final de nossa exposição, falou da questão da devoção a Nossa Senhora de Caravaggio, já que ele também é um devoto, pois ele é natural da Lombardia e também ia em peregrinação ao Santuário de Caravaggio aqui, na Itália, e ficou muito contente”, relata o seminarista Giliard.

No último dia do Congresso, houve a Audiência com o Santo Padre, o Papa Francisco. “Ao Papa, foi entregue a imagem de Nossa Senhora de Caravaggio que veio de nosso Santuário. Ele agradeceu e deu a bênção, como se pode ver na foto: ele abençoa a imagem, como sinal de dizer que abençoa todos os devotos e pessoas que trabalham no santuário”, afirma Gili.