Boulos fala de suas propostas para Governar o Brasil

Guilherme Boulos, pré-candidato do Psol falou nesta sexta-feira na Difusora sobre suas propostas para a presidência da República. Jovem, ele deixou a casa dos pais que são médicos para se juntar ao movimento dos trabalhadores sem teto. “Me juntei para defender um problema gravíssimo no Brasil. São mais de 6 milhões de famílias nesta situação”, pontua.

Durante a entrevista ele também aproveitou para criticar pesado o Governo de Michel Temer. “Esse governo de Temer fez o Brasil andar décadas para trás. Se for eleito, em janeiro faço um plebiscito para aprovar a revogação de todas as medidas de Temer. O povo precisa ser ouvido. Também é fundamental enfrentar as desigualdades do país. Somos a sétima economia e figuramos entre os 10 países que pior dividem a renda”.

Boulos também falou sobre Bolsonaro. “Tem candidatos que fazem populismo político em cima de corpos. Já temos um modelo de segurança pública ineficiente, caro e violento e precisa mudar. Distribuir armas não é a saída. O que é proposto por ele é como distribuir cachaça para combater o alcoolismo”

Sobre Lula. “Visivelmente foi uma injustiça. Não se trata de gostar ou não dele, debate não pode ser assim. Lula foi condenado sem qualquer prova consistente e preso por motivações evidentemente políticas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *