Agência bancária é multada por demora no atendimento em Morro da Fumaça

Após receber denúncias anônimas, o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), de Morro da Fumaça aplicou na manhã desta terça-feira, 8, multa a uma agência bancária que descumpria o prazo de espera para atendimento estipulado pela lei municipal.

A primeira reclamação, conforme o coordenador do Procon, Guilherme Henrique, chegou ao Observatório Social que comunicou o Procon. “Enviamos um ofício solicitando a adequação e cumprimento da lei no dia 14 de fevereiro e instauramos o Processo Administrativo em 7 de abril. Demos dez dias para a apresentação da defesa, o banco cumpriu o prazo, mas argumentamos alguns pontos”, comenta.

O banco alegou que a maior movimentação acontece no início do mês e em vésperas de feriados. “Recebemos somente denúncias desta determinada agência, mas pretendemos intensificar a fiscalização em todas as outras a partir de agora”, fala.

A multa aplicada foi de R$ 1,5 mil. “Esta multa é para que o banco se adeque ao tempo estipulado de espera que é de 15 minutos para que os consumidores não sejam lesados”, pontua o coordenador, acrescentando que na primeira denúncia o cliente esperou cerca de 30 minutos na fila. Já na segunda, o tempo chegou a 45 minutos.

Caso o banco não se adapte ao tempo determinado por lei, novas multas poderão ser aplicadas. “Se isso persistir, a agência pode até mesmo ter o alvará suspenso”, cita.

A lei municipal que prevê o tempo máximo de 15 minutos é a número 1.254/2007.

Como denunciar

O coordenador do Procon salienta a importância do cliente guardar a senha que retira ao chegar à uma agência bancária, que possui o horário de chegada, e anotar a hora que inicia o atendimento. Se sentir-se lesado, pode entrar em contato através do 3434-2235, ou ir até o Procon no Edifício San Valentin, na rua Eugenio Pagnan, no Centro de Morro da Fumaça, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *