Alunos do Colégio Unesc se preparam para segunda etapa da OBMEP

Criciúma

Dividendos, números primos, fórmulas e cálculos dos mais variados permeiam o ainda temido mundo da matemática. Mas, no Colégio Unesc, são poucos os alunos que não buscam se aventurar pelos mares do conhecimento numérico. Prova disso é que nove estudantes do Colégio se classificaram para participar da segunda etapa da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) 2019. A lista dos classificados foi divulgada na última semana.

Um deles é o Vinicius de Paula. Aluno do 6º ano do Ensino Fundamental, ele utilizou simulados disponibilizados no site da OBMEP para se preparar. “Resolvi as questões em casa e me preparei muito para a primeira fase”, garantiu o estudante.

Mesmo com o conhecimento em dia, ele segue no ritmo dos estudos para a segunda etapa da competição. “Continuo estudando muito e tenho o apoio dos professores do Colégio”, disse Vinicius, que espera bons resultados na segunda fase, e sonha em seguir no caminho da matemática. “Gosto muito de matemática e pretendo ir ainda mais além no futuro. Quero trabalhar com física ou química”, revela o menino, com olhar radiante.

No Colégio, apoio para os estudantes

Além do Vinícius, os outros oito estudantes também se preparam para a segunda etapa da OBMEP, que ocorre no dia 28 de setembro. Para auxiliar, o Colégio montou um grupo de estudos com os professores de matemática da instituição, Adriane Uggioni, Louise Roloff e Adriano da Silva. “O foco é prepará-los ainda mais para os desafios que estão por vir, exercitando e desenvolvimento o conhecimento matemático em todos os nove classificados”, completou a coordenadora pedagógica do Colégio, Carina de Freitas.

Somado a vontade de ajudar nos estudos, o orgulho pelos aprovados também permeia os corredores do Colégio Unesc. “Temos muito orgulho de todos os nossos alunos que se esforçaram e se dedicaram para conquistar sua vaga na próxima fase da competição, e esperamos que consigam avançar para a etapa nacional da prova”, parabenizou Carina.

Estigmatizada, a matemática é uma das disciplinas que menos desperta interesse nos estudantes. “É um preconceito que vem de décadas, pois sempre foi e segue sendo desafiadora, que requer comprometimento e entendimento por parte do aluno”, colocou a coordenadora geral do Colégio Unesc, Marlene Pires, que possui formação na área.

Porém, a OBMEP auxilia no processo de aproximação entre disciplina e estudantes. “A prova estimula o desenvolvimento matemático, pois requer que os participantes estudem para se saírem bem, e é algo que fazem já que gostam de matemática, pré-requisito essencial para a disciplina”, continuou a coordenadora geral. “Esperamos que todos conquistem bons resultados na próxima etapa da prova e que sigam aprendendo e desenvolvendo o conhecimento matemático”, finalizou Marlene. Os resultados finais da OBMEP 2019 serão divulgados no dia 3 de dezembro.