Alvaro Dias é o candidato do Podemos

Com discursos contra a corrupção e os privilégios, o senador Álvaro Dias foi escolhido pelos convencionais do Podemos para ser candidato à Presidência da República. A candidatura do parlamentar pelo Paraná foi oficializada neste sábado (4) em Curitiba, durante convenção nacional do partido. Na primeira fala como candidato, Álvaro Dias anunciou que, se eleito, vai convidar o juiz federal Sérgio Moro para ser ministro da Justiça, e repetiu os pilares de sua pré-candidatura resumidos na promessa de “refundar a República”.

Ele vai compor chapa com o ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, cujo partido, o PSC, havia decidido lançar candidatura própria à Presidência, mas desistiu em favor de uma aliança com o Podemos na última quarta-feira (3). Castro tem 69 anos, é doutor em economia e presidiu o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nos primeiros meses do governo Michel Temer. Além do PSC, fazem parte da coligação até agora os partidos PTC e PRP.

Ao anunciar nomes que comporão o seu eventual governo, Álvaro Dias disse que convocou uma “seleção para derrotar a impunidade, a injustiça e a corrupção nesse país”. Em diversos momentos, ele fez menção às operações de combate à corrupção como a Lava Jato. Ao dizer que faria uma “homenagem à República de Curitiba”, ele antecipou o convite público a Moro, chamado por ele de “símbolo da esperança do nosso povo” e o nome “para completar a tarefa da limpeza”, mas ainda ainda não fez o convite diretamente ao magistrado.

Em entrevista, após ser escolhido, Álvaro Dias afirmou: “A refundação da República é a substituição desse sistema perverso, fábrica de escândalos, loteamento de cargos públicos e relação promíscua entre os poderes. A ideia básica é que os brasileiros cumpram as leis”. Ele fez críticas aos privilégios das autoridades e ao sistema político que se coliga “simplesmente” com o objetivo de ter mais tempo de campanha na televisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *