Após ameaças em áudio, segurança reforçada em Laguna

Laguna

A polícia precisou reforçar as rondas nas unidades escolares de Laguna. Dentre elas, a Escola Almirante Lamego, no Centro, onde um aluno estaria planejando um ataque. Há quase duas semanas, o ataque à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, resultou na morte de dez pessoas e deixou outras 11 feridas.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o caso foi denunciado pela direção da escola, depois que áudios passaram a ser compartilhados por alunos.  Nas falas, o estudante estaria planejando o ataque. Com isso, o policiamento na unidade foi reforçado. “As rondas nas escolas já existem. Agora foram intensificadas”, fala o sargento da PM de Laguna, Cristiano de Oliveira.   

Ele destaca ainda que, a pedido da direção, policiais da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) estiveram dentro da escola para acompanhar a movimentação. “Paralelo ao caso desta unidade, seguimos com nossas rondas alternativas em todas as instituições de ensino”, informa o policial. 

Conforme o diretor da escola, Danilo Prudêncio, o caso é acompanhado pela Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami) da cidade. “Para não atrapalhar a investigação, não podemos dar detalhes. Mas digo aos pais que fiquem tranquilos e mandem seus filhos para a aula. 

Estamos amparados pela polícia”, diz o diretor. 

A escola atende 750 alunos em três turnos. “Vamos seguir a nossa rotina e esperamos que ainda esta semana esteja tudo esclarecido”, fala Danilo. Pelas redes sociais, pais relataram a situação e o medo. “Depois de algumas informações sobre um possível atentado na escola que meu filho estuda, hoje (ontem) não o mandei para a aula. Fui para me informar a respeito e encontrei a Polícia Militar fazendo a segurança do colégio”, comenta um pai. 

Conforme a Dpcami, o caso está sendo apurado e todas as informações checadas, mas detalhes estão sob sigilo diante da orientação da delegacia geral.

As informações são do Jornal Diário do Sul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *