Após ameaças, PM mantém operação saturação

Criciúma

A Polícia Militar prossegue a Operação Saturação em Criciúma. A ação ocorre após a morte de um adolescente em confronto com a polícia, registrada no último sábado.

De acordo com o comandante da 6ª Região da PM, coronel Cosme Manique Barreto, os pontos mais vulneráveis da cidade receberão o efetivo. “Solicitamos apoio e mantivemos a saturação do policiamento, com policiais de Tubarão, Lages e Balneário Camboriú. A atuação visa prevenir crimes e atentados contra residências de militares, sistema de transporte urbano e veículos particulares”, enfatiza.

A ação ganha reforço após a residência de um sargento ter sido atingida por disparos de arma de fogo, por volta das 22h30 dessa terça-feira (5). Durante a ocorrência, a casa de um vizinho também acabou alvejada, mas ninguém ficou ferido.

Menos de uma hora depois, um adolescente de 17 anos, suspeito de participação no crime, foi localizado pelas guarnições e apreendido, em razão de um mandado em aberto.

As informações São de Carlos Felipe/Rádio Difusora