Atendimento ambulatorial segue superlotando o São Donato

Somente 5% dos atendimentos do Pronto-Socorro são de urgência ou emergência no Hospital São Donato de Içara. “No inverno, um dos principais problemas são as síndromes respiratórias em crianças e idosos. Além dos atendimentos que chegam ao salão de emergências por órgãos de auxílio como o Samu, temos também o aumento da demanda interna. E isso reflete no tempo de espera aos demais pacientes. Se não há urgência, a recomendação é sempre buscar a unidade de saúde mais próxima”, indica a gerente assistencial da fundação filantrópica, Adriana Ribeiro.

A metodologia do Hospital São Donato utiliza atualmente cinco níveis de cores para elencar a gravidade e consequentemente a média do tempo de espera, mas o prazo pode variar a partir da ocorrência de novas emergências. “Das 10h às 22h temos dois médicos para atender o Pronto-Socorro. Muitas vezes ambos precisam se dedicar ao salão de emergências e isso atrasa o atendimento de 95% dos demais usuários que chegam com demanda, muitas vezes, ambulatorial, ou seja, com prioridade baixa, em que o tempo de espera já é de 1h a 4h”, completa a gerente administrativa, Fabiane Filisbino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *