Atendimento no CEI Sonho Mágico será retomado dia 11

Forquilhinha

O atendimento às crianças do Centro de Educação Infantil Sonho Mágico, destruído por um incêndio criminoso no domingo, 27, será retomado no dia 11 de novembro em Forquilhinha. O Governo Municipal, por meio da Secretaria de Educação, iniciou as adequações no Centro Comunitário do bairro Cidade Alta para atender as 73 crianças de 0 a 3 anos em caráter emergencial.

“Buscamos o local mais adequado para atendê-los no próprio bairro. Pedimos a compreensão dos pais que aguardam ansiosamente pelo atendimento de seus filhos, mas este tempo é necessário para conseguirmos adequar o novo espaço e acolher as crianças da melhor forma possível. Quero agradecer a nossa equipe, que está num grande esforço para retomar o atendimento dentro de um tempo hábil e com qualidade”, declara a secretária de Educação, Sonia Regina Silveira Gonçalves.

As adequações no Centro Comunitário incluem colocação de divisórias para demarcar os espaços dos professores, alunos e da direção, incluindo as quatro salas existentes na creche. A cozinha está sendo adaptada para preparar as refeições das crianças. Também há reposição de vidraças, reforço nas portas e colocação de grades de segurança.

A Secretaria de Educação fez a aquisição de berços, camas empilháveis e brinquedos móveis para o lazer das crianças. Os materiais de roupa de cama, informática e demais itens que estavam disponíveis no almoxarifado da secretaria também vão ser aproveitados. “Agradeço as manifestações de solidariedade e a todos aqueles que se colocaram à disposição em ajudar. Foi muito difícil ver uma creche ser destruída pelo fogo, mas estamos nos esforçando para superar”, disse o prefeito Dimas Kammer.

Polícia Civil identificou os autores do incêndio na creche.

As investigações da Polícia Civil apontaram que o incêndio que destruiu a creche Sonho Mágico foi criminoso, e provocado por crianças de cinco, nove e 11 anos de idade, além de um adolescente de 12 anos.

O delegado da comarca de Forquilhinha, Ricardo Kelleter, conduziu as investigações. Com o resultado, o adolescente responderá a ato infracional análogo ao crime de incêndio, enquanto as crianças serão encaminhadas para medidas de proteção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *