Audiência define ações para preservar prédios públicos

Por sugestão do vereador e presidente da Comissão de Obras Daniel Freitas (PP) aconteceu nesta quarta-feira, 4, no Salão Jorge Zanatta, na Acic, a audiência pública para discutir a respeito da restauração, manutenção, preservação e os sistemas de segurança dos prédios públicos tombados de responsabilidade do Município de Criciúma.

O atual presidente da Fundação Cultural de Criciúma falou sobre a trajetória para a reconstrução do Centro Cultural Jorge Zanatta, recentemente atingido por um incêndio, e motivação para esta reunião ocorrer. “Nós precisamos que toda a comunidade esteja conosco para lutar pela cultura, por esta causa”, conta Serginho Zappelini.

Para o representante do Ministério Público inúmeros órgãos deixam de obter verbas por falta de informação. “As vezes os municípios deixam de conseguir verbas por não  recursos por estar adequado à questões legais”, destaca o promotor de Justiça, Luiz Fernando Góes Ulysséa.

“Falta a gestão de todo o processo cultural de Criciúma”, aponta o Daniel Freitas (PP). “Este é o ponto inicial, nos próximos dias estaremos organizando para contribuir para a elaboração de um plano mais detalhado e que contemple de forma global a cultura de Criciúma”, complementa.

Encaminhamentos

– Criação do Fundo de Cultura;

– Instalação do Conselho Municipal de Turismo e criação de uma taxa de turismo;

– Será encaminhada uma reunião com o prefeito Clésio Salvaro para definir a forma que o Centro Cultural Jorge Zanatta vai ser recuperado;

– Sugestão para incluir a Câmara de Vereadores no Conselho Municipal de Cultura;

– Instauração de Comissão Técnica de Avaliação dos Bens Tombados;

– Profissional para atuar no Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *