Audiência discute melhorias na Quarta Linha

Criciúma

Comunidade do bairro Quarta Linha e região, vereadores e lideranças locais, participaram na noite desta quinta-feira, dia 13, de Audiência Pública que teve o objetivo de discutir os alagamentos que tem ocorrido e novas intervenções a serem realizadas nos rios, valas, córregos e pontes. O evento, proposto pelo vereador Ademir Honorato (MDB), ocorreu no Centro Multiuso, do Bairro Quarta Linha, e foi aprovado por unanimidade pelos parlamentares. O local esteve lotado. Depois da explanação dos membros da mesa, os vereadores ouviram as reivindicações da comunidade, e por fim foram feitos os encaminhamentos que a população achou necessária.

De imediato, o parlamentar, autor da proposição, lembrou de importantes intervenções, como limpeza e aprofundamento dos rios que cortam o bairro até a BR-101, construção de pontes, execução de canal auxiliar, entre outras medidas fundamentas para que a comunidade e região não sofra tanto com as fortes chuvas, já que famílias ficam desalojadas e até desabrigadas quando as chuvas são muito intensas. “Eu dei essas sugestões, depois de ouvir os moradores locais”, disse o vereador, que apresentou as sugestões usando mapa da região. Ele ainda destacou que 22 itens que serão importantes para serem começados a trabalhar. “São pedidos de curto, médio e longo prazo, como pontes, canais, aduelas, e parcerias necessárias para auxiliar a comunidade”, acrescentou.

Alberto Vianna, que é presidente da Associação de Moradores, lembrou de treinamento para a comunidade para esses eventos. “Muitos tem resistência de sair de casa, mas muitas vezes acaba colocando a vida dos familiares em risco. Ampliar ponto de apoio, professores dando orientação à comunidade e criar a cultura de prevenção, são fundamentais”, disse. Ele também da consciência ambiental e que a população não deve jogar objetos nos rios.

Rosinei da Silveira, coordenador regional da Defesa Civil do Estado, ressaltou em sua fala que uma das grandes preocupações durante as fortes chuvas é a mobilização comunitária.  “Sabemos da importância do fortalecimento das comunidades. E aqui teremos vários problemas. O problema do bairro é regional, e um estudo geológico dos problemas de inundação da região já foi feito, e a prefeitura tem conhecimento desse estudo com intenção da prevenção”, reforçou. A comunidade do bairro Sangão que estava presente também solicitou Audiência Pública no bairro. A necessidade de

A vereadora Geovana Zanette (PSDB) lembrou que é de muito tempo que a comunidade sofre com as cheias e nesta última vez atingiu nossa região e municípios vizinhos. “Penso que se deve ter um estudo técnico de engenharia para que sugira as intervenções necessárias e saiba seguir os trâmites legais”. O vereador Tita Beloli (MDB) também reforçou da necessidade de criação de comissão com vereadores, poder publico e moradores para buscar alternativas.

Presidente Miri Dagostim também reforçou a importância de estudo para encaminhamento definitivo para a região, e limpeza do rio dos Porcos. Ele também salientou a importância da Audiência, já que a região é muito castigada pelas cheias.

Rivadavio Rosso, que é intendente do bairro, salientou que será feita limpeza no valo que tem no Jardim Itália, bueiros, entre outras ações. Reforçou que uma máquina está chegando para auxiliar os trabalhos.