Bauer não vê vantagem em tirar Temer do Poder

Uma semana depois das delações da JBS se tornarem públicas, o Senador Catarinense Paulo Bauer (PSDB) avalia que aos poucos a base começa a se reorganizar. “A base está se reaglutinando e votando matérias importantes. Ontem o presidente Temer ao reagir de forma firme para controlar as manifestações em Brasília mostrou eu está sim, no comando do Brasil. Mesmo assim, vamos ter tumulto nos próximos dias, porque a oposição que quebrou o país vai se manifestar fortemente. A oposição não fala mais, eles gritam, não votam partem para a agressão física”.

Para Bauer não há vantagem alguma tirar o Presidente do poder. “Porque ano que vem tem eleição e esse é o cenário para se discutir e escolher um presidente. Fica difícil hoje, neste momento de tumulto, coordenar um processo eleitoral de forma indireta no Congresso. É melhor para o Brasil, se possível, permanecer com o Governo Temer”.

Para o senador, a crise foi gerada por uma ação criminosa dos irmãos Batista.   “Existe uma crise muito grave que atingiu diretamente o presidente da república. Uma entrevista feita por um empresário criminoso, que negociou com a justiça para ter a liberdade, mas ele é criminoso. Ele se beneficiou de todas estas questões. Essa delação detonou uma crise muito grave”