Brasil pode acabar com o Horário de Verão

O Brasil pode deixar de ter horário de verão. Isso porque o governo admitiu estar avaliando se vai manter ou não esse horário. Um estudo feito pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico sob encomenda do Ministério de Minas e Energia concluiu que a o horário de verão traz resultados praticamente neutros para o consumidor brasileiro.  Tanto com relação à economia de consumo, quanto para a redução da demanda do sistema.

Isso porque o horário de pico, durante o verão, não é mais entre as cinco horas da tarde e as oito da noite. Com as altas temperaturas, o pico de uso de energia é entre as duas e as três da tarde, por causa do ar condicionado. E mesmo de madrugada o consumo é alto por conta de quem dorme com ar ligado.

O Ministério encaminhou o estudo para a Casa Civil que, em nota, disse que está avaliando ou não a conveniência do horário de verão. Mas não há prazo para decisão. Neste ano o horário de verão está previsto para começar no dia 15 de outubro.

E falando em energia elétrica, o Tribunal de Contas da União disse que vai fazer um pente-fino nas bandeiras de energia da Aneel. Segundo o tribunal, há indícios de que as bandeiras não fazem com que a população reduza o consumo. Por isso se tornam apenas mais uma taxa extra em cima da conta. O processo não tem prazo para terminar.