Cálculo de aposentadoria do Criciúmaprev pode ser alterado

Governo de Criciúma protocola nas próximas horas na Câmara de Vereadores um projeto que vai rever um dos itens da aposentadoria dos servidores. A minirreforma será feita no artigo que trata do cálculo feito no momento em que o servidor vai se aposentar. Atualmente o salário do aposentado do Criciúmaprev é feito com base nos últimos 5 anos de trabalho. A ordem é acabar com isso.

A principal justificativa está sentada sobre a legalidade. Segundo a procuradoria do município a formula adotada em Criciúma fere o artigo 40 da Constituição. O segundo argumento é econômico. Segundo o prefeito Clésio Salvaro o cálculo feito sobre os últimos cinco anos de contribuição eleva os vencimentos e agrava o desequilíbrio financeiro do instituto.

“Sei que não é simpático, que não é popular, mas não posso pensar nisso. Eu estou pensando na cidade. Ou se faz isso agora ou em 2025 a situação vai ficar pior que a do Rio de Janeiro. O Criciúmaprev quebra e não vai mais ter dinheiro para pagar ninguém. Vamos encaminhar para a Câmara. O assunto precisa ser discutido, pelo bem da cidade. Também, se for necessário vamos passar alguns imóveis para reduzir o déficit do órgão. Isso já está sendo analisado”.