Câmara aprova criação de CPI para investigar a Afasc

Criciúma

A Câmara de Vereadores de Criciúma aprovou na sessão desta segunda-feira a criação de uma CPI para investigar a gestão da Afasc entre os anos de 2013 até 2019. A proposta foi apresentada pelo vereador Arleu da Silveira (PSDB). Em entrevista ao Microfone Aberto da Massa FM, Arleu justificou o pedido.

“Nas últimas sessões os vereadores Ademir Honorato e Júlio Kamisnki falaram que a Afasc é uma caixa preta. Então estamos abrindo esta caixa. vamos investigar e se existir algum equívoco punir os responsáveis. O Governo não trabalha com erro, trabalha com o acerto”, destacou.

Segundo Arleu, o próximo passo é definir a composição da CPI e em seguida definir as primeiras atividades. “Vamos definir a composição e começar a trabalhar. Regimentalmente temos 90 dias de prazo prorrogáveis por mais 90. Posso garantir que vamos fazer um trabalho justo e transparente”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *