Cânions podem se tornar Geoparque da Unesc

O secretário de Turismo, Cultura e Esporte de Santa Catarina, Leonel Pavan, e o secretário de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul, Victor Hugo da Silva, assinaram nesta terça-feira, 6, em Praia Grande, no Extremo-Sul, a carta de intenção dos dois estados para reconhecimento pela Unesco dos Cânions do Sul como Geoparque. O documento foi entregue ao representante e consultor da Unesco, professor José Patrício Melo, atual reitor da Universidade Regional do Cariri, na cidade de Crato (CE), região onde hoje está localizado o único geoparque reconhecido pela Unesco no país.

“Este é um momento histórico para esta região, para Santa Catarina, Rio Grande do Sul e até para o Brasil. Estamos sonhando juntos este sonho que vai virar realidade. Em breve, esta região vai falar outras línguas, porque este é um dos lugares mais lindos e únicos do mundo, com um dos maiores e mais belos cânions do planeta”, ressaltou Leonel Pavan.

O consultor da Unesco palestrou no evento sobre a importância e os benefícios com o reconhecimento do geoparque. Entre elas, a melhoria na geração de renda das pessoas e das instituições do território. “Para tanto é preciso unir gestoras locais e regionais para apoiar as estruturas na promoção e financiamento do projeto”, alertou, falando para um público de mais de 250 pessoas que lotou o auditório da Cooperativa de Eletricidade de Praia Grande. “Os geoparques são feitos pelas pessoas para as pessoas”, definiu.