Casa de Caridade é inaugurada no bairro Paraíso

Criciúma

Uma tarde para ficar na história da jovem paróquia da Boa Vista. Na tarde de sábado, 17, com a bênção do bispo diocesano, Dom Jacinto Inacio Flach, foi inaugurada a Casa de Caridade Santo Padre Pio, localizada no bairro Paraíso, em Criciúma. A casa será a referência da Ação Social da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe.

A cerimônia de inauguração foi marcada pela simplicidade. “Poderíamos convidar as autoridades da cidade e mostrar, pela primeira vez, a casa aos formadores de opinião, mas optamos por convidar aqueles que serão beneficiados pela instituição: as famílias atendidas pela Ação Social Paroquial e os agentes da Pastoral Social. São eles que utilizarão a casa. É justo que seriam os primeiros”, lembrou o pároco, padre Joel Sávio, durante a cerimônia.

Após a bênção dos cômodos, Dom Jacinto tomou a palavra para reforçar o papel social da Igreja. “Não podemos nos esquecer: a Igreja está para evangelizar. E o faz também pela inclusão social. Acolher, amar e amparar aqueles que necessitam de ajuda, independente da religião, é a nossa missão cristã. Alegro-me com a inauguração desta casa. Que seja um ambiente de acolhimento e socorro às famílias mais carentes”, enfatizou o epíscopo. 

A Casa de Caridade é fruto do esforço paroquial para instituir uma base para a ação social. A reforma da antiga Casa Mortuária do bairro Paraíso (devolvida à Paróquia, após encerramento do contrato de comodato com a Prefeitura) foi realizada em duas etapas. Na primeira fase, foi realizada a reformulação e ampliação dos espaços de circulação. Em 2019, foi realizada a segunda etapa com a substituição de aberturas, armação do telhado e calhas e a pigmentação das paredes. Os recursos para a conclusão da obra são provenientes do Fundo Diocesano de Solidariedade, fruto da Campanha da Fraternidade 2018.
“Aos poucos, a Casa de Caridade vai tomando sua forma. Hoje ela atenderá a distribuição das cestas básicas e das roupas. Estamos organizando um bazar permanente, com roupas usadas e novas, distribuídas gratuitamente ou comercializadas por valores simbólicos. Logo teremos o atendimento de assistentes sociais e outros profissionais. Já estamos acertando um convênio com uma escola de próteses dentárias e uma indústria têxtil. Queremos que a Casa de Caridade cresça e auxilie ainda mais famílias”, pontuou padre Joel.