Cenários de Siderópolis encantam na expedição Xokleng

As belas paisagens de Siderópolis, sobretudo na região da Barragem do Rio São Bento, foram destaque no 3º Festival da Montanha e 8ª Expedição Xokleng, que aconteceram nesse final de semana. Os eventos, realizados paralelamente pelo Instituto Alouatta em parceria com o Governo Municipal, reuniram atletas, que participaram das corridas de aventura, praticantes das atividades do festival, e visitantes, a maioria vinda dos estados vizinhos do Rio Grande do Sul e Paraná. A sede do evento foi a Pousada da Serrinha, ao lado da barragem. 

Expedição Xokleng “Memórias de São Pedro” – Considerada a melhor corrida de aventura do sul do país e uma das oito melhores do Brasil, a Expedição Xokleng escolheu Siderópolis para sua 8ª edição.

Foram 40 equipes de duplas e quartetos, divididas nas categorias Expedicionária, com percurso de 110 quilômetros, e Adventure, com percurso de 45 quilômetros, todos dentro de Siderópolis, incluindo canoagem no lago da barragem, trilhas por comunidades como Montanhão, ciclismo pelo centro da cidade e até mesmo a passagem pelo túnel da Estrada de Ferro Tereza Cristina.

Na categoria expedicionária a primeira equipe chegou com o tempo de 16 horas e 18 minutos. “Esse é meu segundo ano na competição e espero estar em todas daqui para a frente”, disse Alexandre Rossi, que veio de Getúlio Vargas/RS, para participar da categoria expedicionária. “Top, muito top, a corrida, a organização, as paisagens. Tudo perfeito”, acrescentou a atleta Angela Pellicioli, que ficou em primeiro lugar nas duplas mistas da categoria adventure.

“O evento foi excepcional, estamos muito satisfeitos. O lago com a serra ao fundo foi um diferencial que encantou os atletas e seus familiares”, enfatizou Paulo Cadallóra, presidente do Instituto Alouatta, um dos organizadores da prova e que deve definir em breve onde a expedição será realizada em 2018.

“Tudo transcorreu como planejamos e nem a chuva impediu o sucesso do evento. A Expedição Xokleng é itinerante, mas em 2018 estaremos aqui novamente com o 4º Festival da Montanha”, contou Rosi Koch, do Instituto Alouatta e também organizadora do evento.