Chuva deixou buracos e prejuízos nas rodovias da Região

Além dos prejuízos na Lavoura a chuva dos últimos dias também deixou danos profundos na malha viária da região. Em Içara, só as estradas de chão o Secretário Valdelir Da Rolt calcula que irá precisar investir pelo menos 600 mil para recuperar os danos deixados pelo tempo. “Precisamos esperar a chuva parar. Depois começa a operação emergencial, claro, pelos pontos mais críticos”, explica.

Um dos pontos de maior reclamação é a SC-445. A rodovia que liga Criciúma ao Balneário Rincão está tomada pelos buracos e muitos motoristas tem sofrido prejuízo ao longo dos últimos dias. Como não há previsão de um tapa-buracos no local pelo Estado, coube ao Governo Municipal assumir a bronca.

“Esse é um trecho em que o Estado tem a responsabilidade na manutenção, mas como o Estado não tem previsão pedimos a autorização para colocar as máquinas da prefeitura e executar o serviço”, explica o Secretário de Planejamento Arnaldinho Lodetti.

Os buracos também tem tirado a paciência de quem cruza a Rodovia Genèsio Mazon, trecho entre Morro da Fumaça e Urussanga. Problemas também na SC 443, entre Criciúma e Sangão e até na BR-101. O trecho da rodovia Federal, até Tubarão apresenta uma série de crateras que aumenta o risco de acidentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *