Com decreto, Governo tenta prédio da Betha até Dezembro

Medida foi tomada para que departamentos da municipalidade que atuam no espaço continuem com seu funcionamento até conclusão das obras do Paço

Um decreto para que o Governo do Município continue utilizando provisoriamente o imóvel da Bheta Sistemas, como sua sede, foi formalizado pela Administração Municipal nesta terça-feira (20). No documento, a gestão declara de necessidade pública, e requisita o imóvel, para continuar no espaço provisoriamente até o dia 31 de dezembro de 2017.

De acordo com o prefeito Clésio Salvaro, o Governo tem necessidade de usar as edificações, até que possa voltar a atender a população no Paço Municipal Marcos Rovaris. “Estamos acelerando as obras do paço, para que dentro do menor tempo possível possamos voltar a atender a população em um ambiente adequado. Mais uma mudança acarretaria em mais transtornos e prejuízos à comunidade. Fizemos o pedido, mas ainda não obtivemos resposta. Então para evitar transtorno baixamos o decreto”, comenta o prefeito.

A requisição é a forma de intervenção pela qual o Poder Público usa transitoriamente imóveis privados, como forma de evitar iminente perigo para a comunidade, principalmente na continuidade da prestação de serviços aos munícipes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *