Comunidades celebram a devoção pela Padroeira do Brasil

Criciúma

Em sintonia com toda a Igreja no Brasil, diversas comunidades da Diocese de Criciúma celebram, neste fim de semana, a Solenidade de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Na Diocese, são mais de 40 comunidades dedicadas ao título mariano e inúmeras manifestações de graças alcançadas por intermédio da Virgem. Foi em 12 de outubro de 1717 que três pescadores, após várias tentativas de pesca no rio Paraíba do Sul, encheram suas redes de peixes após encontrar a imagem de Nossa Senhora. Os milagres e a devoção cresceram e se espalharam pelo país e afora, sendo que seu Santuário Nacional, localizado em Aparecida (SP) é o segundo mais visitado em todo o mundo.

“Só Deus sabe as bênçãos e os prodígios que ela alcança para os filhos e filhas. Quando pergunto, em nossas comunidades, muitas pessoas já foram uma ou duas vezes ao Santuário. Alegramo-nos com esta fé maravilhosa do povo que vai até lá e traz tanta bênção para nossa Igreja. Quando olho para aquela pequena imagem, vejo a simplicidade do coração do povo, mas a grandeza da manifestação de sua fé”, destaca o Bispo Diocesano, Dom Jacinto Inacio Flach.

A Solenidade, especialmente nos dias 11 e 12, contará com diversas celebrações na região, entre missas, terços e procissões. Entre as mais tradicionais, está a festa da Paróquia de Siderópolis, onde Nossa Senhora Aparecida é padroeira, e a transladação realizada pela Paróquia Nossa Senhora da Salete, no bairro Próspera, em Criciúma.

Em Siderópolis, a festividade já iniciou com o tríduo preparatório, nestes dias 09, 10 e 11. No sábado, o dia contará com alvorada festiva, bênção de automóveis, transladação da imagem e a missa solene, às 10 horas, presidida por Dom Jacinto. O tradicional almoço e a tarde recreativa para as crianças antecedem o encerramento da festa, com o desfile marcado para 17 horas e a missa em ação de graças, às 19 horas.

Em Criciúma, outra tradicional manifestação devocional ocorrerá com a transladação da imagem que partirá às 18h30min da igreja Santa Rita de Cássia, no bairro Milanese, até a igreja matriz Nossa senhora da Salete, no bairro Próspera. A Banda Amor à Pátria, de Jaguaruna, abrilhanta a acolhida da imagem e a missa solene será celebrada às 20 horas.

Celebração em Morro da Fumaça e Treze de Maio

A Padroeira do Brasil também terá celebrações em Morro da Fumaça. Na comunidade de Mina Fluorita os moradores se reúnem ao longo de todo o sábado para celebrar a devoção em Nossa Senhora Aparecida. 

Já em São João de Urussanga Baixa, comunidade agrícola no limite entre Treze de Maio e Morro da Fumaça, uma multidão é aguardada para fazer e pagar promessas. A imagem construída sobre uma colina de 400 metros é um dos mais tradicionais pontos de visitação do 12 de outubro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *