Criciúma terá Centro de Reabilitação Cardiopulmonar para recuperação de pacientes curados da Covid-19

Criciúma

O município de Criciúma terá uma novidade na área da saúde nos próximos meses. Pioneiro no Brasil, o Governo Municipal disponibilizará um Centro de Reabilitação Cardiopulmonar, na estrutura do Centro de Retaguarda, no distrito de Rio Maina. O serviço auxiliará a recuperação de pacientes curados da Covid-19.

Um dos organizadores do projeto é o médico da Secretaria de Saúde, Luiz Carlos Fontana, que frisa a importância do serviço na cidade. “Grandes hospitais têm essa ferramenta de reabilitação para pacientes com Covid-19, mas é o primeiro município que temos conhecimento que oferecerá isso pela rede municipal”.

O espaço contará com equipamentos de academia e fisioterapia, além de uma equipe especializada. “Estamos preocupados também com as sequelas causadas nas pessoas que contraíram o coronavírus. Em cima disso vamos idealizar o projeto para oferecer uma recuperação ainda melhor aos cidadãos”, destaca o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.

O atendimento especializado trará diversos benefícios aos pacientes que buscarão os serviços do Centro de Reabilitação Cardiopulmonar. “É um tratamento que diminuirá as sequelas pulmonares, cardíacas, neurológicas e a atrofia muscular por tempo prolongando de internação, além de melhorar a capacidade pulmonar e o estresse pós-traumático. Estamos felizes com essa estrutura que será montada”, frisa Fontana.

O secretário de Saúde de Criciúma, Acélio Casagrande, destaca que a intenção é ampliar os serviços futuramente, com atendimentos em outras especialidades. “Temos uma ótima estrutura no Rio Maina, que já está sendo utilizada para o isolamento de pacientes ainda com Covid-19. Esses novos tipos de atendimentos darão uma qualidade de vida ainda melhor aos que superaram a doença”.

A equipe que atuará no local contará com um médico do exercício e do esporte, fisioterapeuta, psicólogo, enfermeiro, educador físico e nutricionista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *