De vítima a vilã. Estupro de Urussanga foi uma farsa

De vítima a indiciada em menos de 24 horas. É a história da moradora de Urussanga que começou o dia provocando comoção na região. Encontrada seminua em uma mata na região do bairro De Villa ela alegou ter sido raptada por dois homens e estuprada.

Com ferimentos na região do pescoço ela foi levado ao Hospital, depois a delegacia, mas alegou que não lembrava de nada. Só sabia ter sido arrastada para um carro por um homem desconhecido. A partir dali ela teria apagado e só acordado na mata.

Diante dos fatos a polícia passou a investigar e no final do dia chegou a conclusão que a história não aconteceu. Pelo menos não da forma como a jovem de 25 anos relatou.  O motivo que levou a jovem a criar a fantasia toda já foi descoberto pela polícia, mas não será revelado.

Quando a mulher ela será indiciada por falsa comunicação de crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *