Deflagrada “Operação Guatá” contra tráfico de drogas em Lauro Muller

Nesta quinta e sexta-feira (1º e 2/6) o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), em apoio à Promotoria de Justiça de Lauro Muller, deflagrou a “Operação Guatá”, que apura os crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Nos dois dias foram cumpridos sete dos nove mandados de prisão preventiva e um dos dois de prisão temporária, todos expedidos pelo Poder Judiciário a pedido do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). Também foram cumpridos quatro mandados de condução coercitiva e 17 de busca e apreensão – 14 em Lauro Muller, um em Criciúma, um em Orleans e um em Bom Jardim da Serra.

Segundo a Promotora de Justiça Raquel Betina Blank, os alvos dos três mandados de prisão que não foram localizados são considerados foragidos. O único preso temporariamente e as quatro pessoas conduzidas coercitivamente foram liberadas após serem ouvidas. Já os presos preventivamente foram encaminhados ao Presídio de Criciúma.

A Promotoria de Justiça da Comarca de Lauro Muller investiga o tráfico de drogas na região desde novembro de 2016. O nome da operação se deve a ser a localidade de Guatá, no interior do município de Lauro Muller, o local onde as organizações criminosas alvo da investigação gerenciavam