Derrotado no TJ, Dajori pode perder o mandato

Tribunal de Justiça de Santa Catarina decidiu por unanimidade determinar a perda de mandato do vereador Moacir Dajori (PSDB). O TJ manteve a decisão de primeira instância. A sentença é uma resposta a uma Ação do Ministério Público que tem como base uma denúncia feita por um ex-assessor. Em 2013, o ex-colaborador acusou Dajori de exigir a divisão do salário para que ele tivesse o emprego assegurado.

Caso foi registrado no primeiro mandato do parlamentar, que assegurou sua reeleição na disputa de 2016. Dajori ainda pode recorrer, mas logo que o caso transite em julgado no TJ, segunda instância, ele terá que cumprir a pena. Neste caso, terá que ser afastado das funções parlamentares e tentar e reversão em corte superior, em Brasília.