Diocese de Criciúma elevará terceiro Santuário em Araranguá

Para a alegria de milhares de devotos, especialmente da região do Vale do Araranguá, a Diocese de Criciúma, por decisão de seu Bispo, Dom Jacinto Inacio Flach, elevará, na manhã desta sexta-feira, 04, a igreja matriz Nossa Senhora Mãe dos Homens a Santuário Diocesano. A comunidade, que permanecerá vinculada à Paróquia Nossa Senhora Mãe dos Homens, celebra neste dia também a festa de sua Padroeira e os 170 anos de fundação daquela que é a mais antiga paróquia da Diocese.

Não só a vontade do povo de Deus, mas diversas circunstâncias e particularidades apresentadas pelo pároco, padre Alírio Leandro, junto a uma comissão de leigos formada para este objetivo, resultaram na elevação do Santuário. O pedido para elevação do templo foi apresentado pelas 14 comunidades que compõem a Paróquia, através de um abaixo-assinado, entregue às mãos do Bispo Diocesano.

“É um pedido do povo, do Pároco, de toda a comunidade. O templo que será elevado já tem bastante tradição de visitação de peregrinos. Este, que será o nosso terceiro santuário, vai abranger a parte Sul de nossa Diocese. Já temos um dedicado a Nossa Senhora de Caravaggio e outro ao Sagrado Coração Misericordioso de Jesus. É um presente para aquela comunidade, sabendo que o povo todo está esperando”, ressalta Dom Jacinto Inacio Flach, que presidirá a missa solene com a cerimônia de elevação às 10 horas desta sexta-feira.

Por que elevar a Santuário?

Entre as justificativas apresentadas pela comunidade e que comprovaram a necessidade de elevação do Santuário mariano estão “a antiga e fecunda devoção mariana não só paroquial, mas de todo o Vale do Araranguá e seus arredores; a ausência de um santuário em toda região sul da Diocese de Criciúma para a piedade dos fiéis; o constante fluxo de fiéis, provenientes de diferentes regiões e estados da Federação à igreja matriz, especialmente na festa da padroeira; os inúmeros testemunhos de graças alcançadas; a procura constante pelos sacramentos, sobretudo da Eucaristia e da Reconciliação; a dinâmica intensa da paróquia em suas 14 comunidades e a necessidade de uma maior disponibilidade para atender os fiéis e peregrinos devotos de Nossa Senhora”.

Desde a chegada do pároco, Padre Alírio Leandro em 2016, o pedido da comunidade era intenso para que a Igreja fosse elevada a Santuário, conta. “Este era um sonho antigo de toda paróquia e que para nossa alegria será concretizado em um ano de tantas bênçãos. Todas as nossas comunidades, movimentos e pastorais estarão na celebração eucarística para bendizer a Deus por esta conquista”

Programação

Neste dia 04, feriado municipal, a festa inicia com a alvorada festiva, às 06h, seguida pela missa pelos romeiros e trabalhadores com ação de graças pelos 22 anos de sacerdócio do vigário paroquial, padre frei Marcos Huk, às 07h30min. Durante todo o dia, haverá atendimento de confissões individuais no interior do Santuário. Após a missa de elevação do Santuário presidida pelo Bispo Diocesano, com bênção das rosas e apresentação dos festeiros para 2019, às 10h, a festividade segue com o almoço no salão paroquial. À tarde, às 14h, haverá missa com consagração das crianças e, às 16h, a tradicional procissão com a imagem original da Padroeira pelas ruas da cidade, com recitação do terço pela paz no mundo. A festa encerra com o show de evangelização do cantor católico Thiago Brado.

A presença dos devotos ao decorrer do dia será intensa, afirma Padre Alírio. “Acreditamos que passaram por Araranguá mais de 60 mil pessoas e estamos preparados para acolher estes devotos de Nossa Senhora. Está será a maior festa de todos os tempos”.