Diversão e descobertas em alusão ao Dia Nacional do Livro Infantil

Criciúma

Momentos de descoberta de novos mundos e de diversão a partir de com contações de histórias e teatro. Assim foi a semana na Biblioteca Professor Eurico Back. Os encontros, em comemoração ao Dia Nacional do Livro Infantil (18 de abril), reuniram mais de 80 crianças em dois atos. “Foram momentos de entusiasmo e despertar de curiosidade, com risadas, incentivo à leitura e direito a pipoca”, contou a coordenadora da Biblioteca da Unesc, Elisângela Just Steiner. Durante as apresentações, as contadoras receberam o apoio do Sama (Setor de Apoio Multifuncional de Aprendizagem), com uma tradução em libras.

Conforme Elisângela, o contato com obras literárias logo na infância é fundamental e pode refletir no desenvolvimento dos pequenos. “Além de comemorar o dia, uma importante data, buscamos incentivar a cultura de ler, fundamental de ser aderida logo cedo”, afirma.

O evento contou com a participação da coordenadora de Pedagogia, Gislene Camargo, acadêmicos da quarta fase do curso e do acadêmico de Teatro, Denis Morais. Na manhã de terça-feira, a Biblioteca também recebeu crianças da comunidade para uma contação de histórias.

Biblioteca solidária

Sabe aquele livro esquecido no fundo da estante? Ele pode fazer o dia de uma criança mais feliz. A Biblioteca Solidária busca doações de livros infanto-juvenis e jogos educativos, que são destinados a instituições sociais e até a possível montagem de uma nova biblioteca infantil. As arrecadações são permanentes e podem ser feitas diretamente na Biblioteca.

Quem deseja contribuir, mas não consegue vir até a Universidade pode entrar em contato nos telefones (48) 3431-2590 e 3431-2592.


A primeira biblioteca do projeto

Há um ano, no mês do Livro Infantil, as crianças do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) Vila Miguel receberam um presente, que poderá ser fundamental para o desenvolvimento educacional e cidadão. A Biblioteca Professor Eurico Back montou um espaço com 200 livros no Centro, onde são disponibilizadas oficinas de dança, teatro, literatura, esporte e cidadania. “É muito bom ter essa biblioteca no Cras. Nós adultos voltamos a ser criança e podemos lembrar o passado com os livros e as historinhas. Agora posso conta-las ao meu filho Emanuel e contribuir para o desenvolvimento de sua vida”, destaca a moradora local Isaura Regina Abraão.

O Cras Vila Miguel atende 11 bairros de Criciúma. Para a assistente social, Graziela Lourenço, a biblioteca levou uma nova cultura às crianças e jovens assistidas na região. “Os livros que recebemos ainda estão em ótimo estado. Quando tivemos a notícia de que poderíamos ter essa biblioteca logo comemoramos e começamos a preparar o espaço. Para as crianças é um outro universo, uma forma de eles viverem a infância, ler e conhecer novos mundos. Eles têm interesse, e agora também a oportunidade”, comentou.

A coordenadora da Biblioteca da Unesc, Elisângela Just Steiner, conta que a ideia surgiu ao receber crianças carentes da região em uma visita. “Quando elas vinham até a Unesc nós percebíamos o encanto e a vontade de ler surgindo, ao terem contato com os livros. Vimos que por serem carentes não tinham acesso, então buscamos proporcionar estes momentos a elas com a criação de uma campanha de doação de livros. O resultado foi extremamente positivo, ficamos surpresos com o envolvimento de todos na ação “, destacou.

Diversão e descobertas em alusão ao Dia Nacional do Livro Infantil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *