Eleição do Câmara Mirim inicia nesta quarta-feira

Criciúma

O projeto Câmara Mirim chega à sua 6ª edição em 2020, e as eleições ocorrerão nesta semana, de quarta-feira a sexta-feira (6 a 8/11), nas escolas participantes. Serão 15 instituições, envolvendo 58 candidatos e, aproximadamente, cinco mil eleitores de escolas municipais, estaduais e particulares da cidade de Criciúma.

O projeto é destinado a alunos do ensino fundamental de todas as escolas do Município e tem o objetivo de promover a interação entre a Câmara de Vereadores e as instituições de ensino.

A atual vereadora mirim Sofia Ferreira lembra a importância dos seus dias de campanha na escola. “Eu, assim como os outros candidatos da minha escola, passamos de sala em sala conversando com os colegas. Fiz panfletos com as minhas propostas e apresentava durante o recreio”, recordou.

“Esse ano, na Câmara, foi incrível para mim. Eu consegui aprender muitas coisas. Eu não conhecia quase nada sobre os Poderes antes de ser vereadora e isso me fez perceber o quanto esse projeto é importante”, enfatizou a mirim.

A coordenadora do projeto, Fabíola Perucchi, tem boas perspectivas para esta edição. “Tivemos um aumento no número de escolas e candidatos participantes, e assim, um aumento no número de estudantes que vão votar também. Além de fazerem campanha, todos aprendem sobre democracia”, afirmou.

O vereador responsável pelo projeto, vereador Aldinei Potelecki (PRB), reforçou o envolvimento de um grande número de pessoas no projeto. “Essa é uma semana bastante intensa, afinal, são praticamente cinco mil alunos que estarão votando nos seus candidatos. Toda a equipe do Legislativo se envolve, queremos que tudo saia de maneira tranquila e desejamos muita sorte a todos os candidatos nessa edição”, pontuou.

As votações ocorrem nos dias 6, 7 e 8 das 8h às 11h e das 13h às 16h. Na sexta-feira (9) a apuração dos votos inicia às 18h, no Legislativo, e será transmitida ao vivo pela página da Câmara no Facebook (www.facebook.com/camaracriciuma). Os vereadores eleitos tomam posse em fevereiro de 2020. O IPC (O Instituto de Pesquisas Catarinense) será responsável pela apuração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *