Empresas recebem auxílio para enfrentar este momento e primeiros resultados aparecem

Criciúma

A crise gerada pelo coronavírus causou impactos na área social, na saúde pública e também à economia, sobretudo às micro e pequenas empresas. Com o objetivo de amenizar a situação, entidades de Criciúma e região uniram-se no Movimento Juntos de Coração, levando alimentos às famílias necessitadas, confeccionando e doando máscaras, fazendo a doação de equipamentos de proteção individual e disponibilizando consultorias empresariais gratuitas.

Um grupo de especialistas voluntários cadastrados no projeto está dando suporte aos empresários nas áreas tributária, trabalhista, captação de recursos, planejamento financeiro, recursos humanos e marketing de forma funcional, on-line e via agendamento prévio.

A ideia que nasceu dentro do Movimento tem a coordenação e organização realizada pela  Associação Empresarial de Criciúma (Acic). “O empresariado é a nossa razão de ser e, por isso, não podíamos deixá-los desamparados, quando mais precisam do nosso apoio. Nesse momento difícil pelo qual todos passamos, a Acic continua ao lado da comunidade e do setor produtivo. Entendemos que prestar as consultorias, por meio de uma equipe altamente capacitada, fará com que as empresas reencontrem o caminho para se manter no mercado e continuar crescendo”, enaltece o presidente da Acic, Moacir Dagostin.

Para o empresário Alexsandro dos Anjos Nunes, os primeiros resultados já apareceram. “Mesmo a nossa empresa sendo do ramo da alimentação, o movimento baixou bastante, porque as pessoas estão com medo de sair de casa. Pedi a consultoria na área de marketing para tentar reverter isso e houve o apoio nessa área. Estamos tentando facilitar a vida dos clientes e nesse sentido a consultoria ajudou bastante”, comenta o proprietário da Própan Padaria e Confeitaria, localizada no Bairro Próspera.

“Nossa padaria é pequena, começamos eu e minha esposa e hoje nós trabalhamos em cinco pessoas. Estamos no mercado há quase quatro anos e temos uma clientela formada. No início, 95% das mercadorias eram terceirizadas e, hoje, 98% é de produção própria. Isso fidelizou o cliente e estamos nos empenhando para deixar o negócio bem organizado”, afirma o empresário.

Estratégia

Após o aconselhamento dos consultores, a empresa passou a movimentar as redes sociais, aplicou técnicas sobre trabalhar com WhatsApp, tele-entrega e drive-thru (retirada no balcão). O planejamento foi traçado a partir de uma conversa por vídeo-chamada.

“Estou implementando aos poucos, mas até clientes novos já consegui fazer. A consultoria foi de extrema importância, continuamos em contato e está sendo muito útil”, celebra Nunes.

“O proprietário relatou que os clientes não estavam mais indo à padaria, o fluxo diminuiu muito com essa pandemia, então focamos nas mídias sociais, tentando trazer o cliente de volta ou mesmo levar à Própan até o cliente, por meio de entregas em casa. Temos o relato positivo, de que a estratégia está dando certo e seguimos acompanhando para continuar nessa crescente”, explica o consultor Matheus Cardoso Valentim.

Auditor de contratos em uma rede de supermercados do Sul, ele fundou há um ano a Lion Consultoria Empresarial, junto com o sócio Gabriel Brigido, que também participa da iniciativa de apoio e suporte aos empresários.

“Assim que soubemos, decidimos participar deste ato de união ao lado dos empresários, que é de grande importância para amenizar os impactos na economia da região. Com os feedbacks positivos que recebemos, esse projeto é de grande valia para quem é atendido, e consequentemente também aumentou nosso networking na cidade”, pontua Valentim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *