Estudantes do Sesi Senai de Criciúma e São José vão representar Santa Catarina em competição nacional

Criciúma

Na busca pelos bons resultados na etapa nacional do torneio F1 in Schools, 12 alunos do Sesi Senai de Criciúma receberam, nesta segunda-feira (18), capacitação sobre como se preparar para a competição. Eles são integrantes das três equipes que vão representar Santa Catarina, entre os dias 6 e 8 de março de 2020, em São Paulo: Fênix, Spark e Pegasus, do Sesi Senai de São José, na região de Florianópolis. Ao todo, 37 equipes das unidades do Sesi Senai de todo o Brasil vão participar da etapa nacional.

O F1 in Schools é uma iniciativa que busca inserir os estudantes do Sesi Senai no mundo corporativo, e é apoiado pela Fórmula 1 e realizado em diversos países. “Eles precisam criar uma empresa, que é a escuderia de fórmula 1, e aí buscar patrocínios para construir o carro de fórmula 1 em miniatura utilizando conhecimentos de engenharia, softwares de construção 3d e aerodinâmica, administrando a marca através de gestão financeira, de marketing e relação de materiais para a construção do veículo”, explicou o instrutor de robótica do Sesi Senai de Criciúma, Cleber José Marinho Junior.

Equipes buscam vaga para etapa mundial

O estudante do 2º ano do Ensino Médio do Sesi Senai de Criciúma e líder da equipe Spark, Pedro Lage, conta que o time já está se preparando para a etapa nacional do F1 in School. “Nós vencemos a etapa estadual da competição, e estamos usando o conhecimento adquirido na ocasião para melhorar nosso veículo”, contou o estudante.

Durante o treinamento desta segunda-feira, o aluno conheceu conceitos da área do empreendedorismo, marketing e gestão de marcas. “O nosso desafio durante a participação no F1 in Schools é entrar no mundo dos negócios e mostrar que, mesmo jovens, conseguimos entender e dominar este mercado”, comentou Pedro.

Com o conhecimento adquirido na capacitação, Pedro e sua equipe buscam uma vaga na etapa mundial do F1 in Schools. “Agora o foco é na preparação, projetar e solidificar a nossa escuderia, e buscar o título nacional e, quem sabe, o mundial”, pontuou o líder da equipe Spark.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *