Feira da Agricultura Familiar de Criciúma movimenta R$ 10 mil a cada edição

Criciúma

Administração Municipal, via Gerência de Agricultura e Agronegócio, em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), realizou nesta quinta-feira (10), a 11ª Feira da Agricultura Familiar. A feira, a cada edição, gera um movimento econômico de R$ 10 mil no local. Aproximadamente 15 agricultores venderam seus produtos.

Segundo a gerente da Gerência da Agricultura e Agronegócio da Prefeitura de Criciúma, Maristela Oenning Borget Bresciani, a novidade foi o filé de tilápia e suco em copo. “Fizemos uma pesquisa com os consumidores e perguntamos o que eles gostariam de comprar. Com isso incluímos também o suco de copo e o filé de tilápia. Nas próximas edições também iremos buscar acrescentar o que o público quer”, comenta.

A feira conta com mercadorias como doces, artesanatos, verduras, plantas e produtos orgânicos. Um dos maiores sucessos entre os consumidores é o chips de banana verde, vendido nas versões salgada, temperada e doce. “Eu e meu marido temos uma produção de banana, tornando o processo mais rápido. Após descascar a banana verde, é feito o corte em uma máquina e em seguida é frito em óleo de gordura de palma”, explica a bananicultora Adriana Rosso. 

Expansão da Feira da Agricultura Familiar

Na próxima quinta-feira (17), os produtores da agricultura familiar irão participar de uma capacitação feita pelo curso de Ciências Econômicas da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc). Já no dia 24 de outubro, das 9h às 17h, ocorre a 1ª edição da iniciativa no Parque das Nações Cincinato Naspolini. “Conforme o movimento, vamos buscar também implantar mensalmente no Parque das Nações”, informa Maristela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *