Futebol solidário arrecada mais de três toneladas de alimentos

Cumpadre Washigton foi o mais ovacionado entre os artistas, levantou o astral da galera que compareceu ao Majestoso e também divertiu o público ao simular uma lesão e sair de campo – na verdade ele estava era cansado. A noite desta sexta-feira foi de muita festa e solidariedade, com a realização da quinta edição do Futebol Solidário 2017. No primeiro levantamento realizado pela Cruz Vermelha, um público de 4 mil pessoas e mais de 3 toneladas de alimentos foram arrecadados, sem ter um número aproximado do dinheiro arrecadado.

“É gratificante saber que todo esse povo vai ajudar alguém que precisa. Agradeço também aos patrocinadores e aos artistas por contribuírem com tudo isso”, ressalta um dos organizadores do evento, Neguinho, que perdeu para os amigos do Fabiano por 8 a 5.

O primeiro a balançar a rede foi o atacante Túlio Maravilha. Ele recebeu na frente, fintou o goleiro Roberto e jogou no fundo da rede. A galera foi ao delírio e o artilheiro respondeu agradecendo ao carinho dos presentes. Mas independente do resultado, o que prevaleceu foi a boa ação, a arrecadação de alimento e de dinheiro para doar para a APAE, Fábrica de Fraldas da Cruz Vermelha, Associação Vida Ativa São José e Nossa Casa.

“Tenho certeza que o público deste ano superou a do ano passado. Foi muito legal e bom saber que as pessoas pensam muito na contribuição”, reconhece o presidente da Cruz Vermelha de Criciúma, Policial Civil e voluntário, Almir Fernandes.

O presidente do Criciúma, Jaime Dal Farra, também ficou muito satisfeito ao saber que o Criciúma Esporte Clube contribuiu com este jogo solidário. “Enquanto eu estiver a frente do Criciúma, com certeza vamos realizar mais boas ações como essa”, relata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *