Futuro do Criciúmaprev volta ao debate

Presidente do Criciumaprev Darci Antonio Filho nega que o Governo de Criciúma tenha sugerido a transferência da rodoviária para instituto como forma de reduzir o déficit com o órgão. “Existe a possibilidade de repasse de imóveis, mas a rodoviária nunca entrou na pauta”.

Segundo ele, a situação do órgão segue delicada. “Situação do Criciumaprev é delicada. Déficit atuarial é enorme e está se trabalhando para resolver. OS parcelamentos que haviam ficado em aberto foram colocados em dia pelo atual governo. Agora estamos estudando alternativas para o instituto. Se não houver uma reforma ele pode sim entrar em colapso”.

Secretário de Fazenda de Criciúma Celito Cardoso explica que o Estudo sobre o Criciumaprev ainda está em fase inicial. Somente após este estudo é que o governo vai propor alguma alternativa como, por exemplo, o repasse de terrenos para reduzir o déficit.

“Instituto já nasceu ameaçado e o colapso total já tem data e é breve”, argumenta Celito. Segundo ele é fundamental uma mexida profunda para a solução e a sobrevida do instituto seja longa. “Falam em colocar em dia a parte patronal, mas isso não resolve. É preciso algum mais profundo, inclusive mexendo na legislação”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *