Governo congela tarifas do transporte até maio de 2019

O Prefeito Clésio Salvaro confirmou nesta tarde, durante uma coletiva com a imprensa, o congelamento das tarifas do Transporte Coletivo de Criciúma. Valores permaneceram inalterados até maio do próximo ano, quando um novo encontro vai voltar a discutir a tarifa.

“Montamos um comitê gestor e conseguimos redução de 14% nos custos. Isso nos permite hoje afirmar que neste ano não haverá alteração no valor da Tarifa. Esse assunto volta a ser discutido no ano que vem, em maio. Nosso desafio agora é para tentar ficar também no próximo ano sem alterar o valor e com isso tornar a cidade com a tarifa mais barata de Santa Catarina”, revela Salvaro.

Nesta terça-feira, o prefeito cumpre agenda em Brasília. Vai em busca do projeto Avançar Cidades que prevê a liberação de 30 milhões para o Governo de Criciúma. “Um dinheiro que vai ser aplicado nas ruas onde o sistema integrado de transportes tem linhas. Com isso vamos dar mais eficiência ao serviço e potencializar um transporte melhor e com tarifa mais acessível”.

De acordo com o advogado David Tiscoski, que preside a ACTU outras mudanças que vem dando resultado são a modernização do sistema. Ele também trouxe a tona no debate a questão das gratuidades. “Não existe almoço grátis. Para cada três ônibus que circulam, um deles roda com passageiros beneficiados por leis de gratuidade. Mas alguém tem que pagar para eles e ai a tarifa pesa”.