Greve dos hospitais pode ser deflagrada nas próximas horas

Trabalhadores em Saúde podem paralisar a qualquer momento. Informação do presidente do Sindisaúde. Segundo João Martins Estevam. “Ainda não há previsão, estamos tentando abrir um canal de negociação com os hospitais, mas se eles seguirem intransigentes nós vamos parar ainda essa semana. O que nos ofereceram foi um insulto. 1,83% dá em média 25 reais a mais no salário”. A categoria já havia ameaçado a paralisação, mas uma ação na justiça inviabilizou o movimento.

Advogado Tito Lívio De Assis Góes, que representa os hospitais da região, garante que em momento algum houve a interrupção das negociações entre hospitais e trabalhadores de Saúde. “Seguimos aguardando a manifestação da entidade labora para que possamos retomar as conversas”.

Há, no entanto, pontos que os hospitais não devem abrir mão. “Eles afirmam que estamos retirando direitos e não é verdade. Eles estão debatendo a reforma, lembraram disso na mesa de negociação. A lei está ai, tem que ser cumprida. Há um peso político e ideológico neste debate”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *