Içara gerou quase 600 vagas no primeiro semestre

Içara

Içara reverteu um cenário próximo da estagnação e até de diminuição no estoque de empregos no primeiro semestre – presente nos últimos quatro anos – para um dos melhores resultados da última década na cidade. Ao todo, 592 novas vagas foram geradas entre janeiro e junho de 2019. Conforme os dados históricos do Ministério do Trabalho e Emprego, a Capital Catarinense do Mel teve o segundo melhor desempenho na Região Carbonífera, atrás somente de Criciúma, com 1.534 contratações a mais do que desligamentos no período.

O resultado de Içara é motivado principalmente pela indústria da transformação com o acréscimo de 428 colaboradores no setor, dos quais, quase metade na indústria do transporte.  A área de serviços contribuiu com mais 122 vagas, dentre elas, mais de 100 no comércio e administração de imóveis, valores mobiliários e serviços técnicos. Outros 72 novos postos de trabalho foram na construção civil; 19 na agricultura, extração vegetal, caça e pesca; nove em serviços industriais de utilidade pública, um no setor extrativista mineral e outro em administração pública.

“A geração de empregos é um termômetro da economia. Significa um novo ciclo de aquecimento do mercado que chegará a outros setores, por exemplo, o comércio. Além da circulação dos recursos dos trabalhadores, novos empreendimentos são esperados na cidade. E isto impactará em um saldo ainda mais positivo ao final do ano”, indica o presidente da Associação Empresarial de Içara, Ramiro Cardoso. Apenas no comércio teve retração na cidade nos seis primeiros meses de 2019. A queda foi de 60 vagas entre varejo e atacado.