Divulgação

Incêndio atinge o Centro Cultural Jorge Zanatta

O prédio histórico do Centro Cultural Jorge Zanatta foi parcialmente danificado em um incêndio registrado nesta manhã de domingo. Patrimônio histórico da cidade o prédio estava fechado e interditado havia meses e nos últimos dias o Patrimônio Histórico da União autorizou a liberação de pouco mais de meio milhão para o processo de restauração.

Em entrevista à Rádio Difusora, o prefeito lamentou o sinistro, mas afirmou que o fogo não trouxe prejuízos para o prédio. “Não vou dizer que o fogo veio para contribuir, mas ele danificou o telhado e esse telhado já seria retirado. Agora dia 20 vamos conhecer a empresa vencedora e o processo de restauração vai ser iniciado. Não houve prejuízo”, reafirma Clésio Salvaro.

O fogo foi registrado em uma das edificações, que fica nos fundos do terreno. “Não afetou os testemunhos de mineração, que ficam em outro local, apenas danificou o telhado e repito sem prejuízos”, reforça. Uma perícia vai ser realizada para identificar as causas do incêndio. Há 30 dias, o local já havia registrado um foco de incêndio que fora rapidamente controlado. Abandonado, o local é invadido frequentemente por usuários de droga.

Nos últimos anos Criciúma tem vivido uma série de incêndios em prédios públicos. O primeiro foi no prédio do Colégio Lapagesse, depois no Hospital Materno Infantil Santa Catarina. Em seguida, dois registros destruíram o Paço Marcos Rovaris e hoje o fogo atingiu o Centro Cultural.

Confira entrevista do prefeito a Repórter Michelle Veiga

O Prédio

Construído na década de Departamento Nacional de Produção Mineral a casa também serviu para implantação do primeiro serviço de tratamento de água da cidade. Durante o Regime Militar, o local foi utilizado como prisão de lideranças locais que lutavam contra a ditadura. Anos depois, o Conselho Nacional do Petróleo assumiu o prédio e em 1993 ele foi cedido ao Governo de Criciúma que o rebatizou de Centro Cultural Jorge Zanatta.

Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *