Jovens de Içara relatam experiências no Panamá

Panamá

As bandeiras do Brasil, de Santa Catarina e do time de futebol do coração identificam os jovens da Diocese de Criciúma, reunidos, nestes dias, junto a milhares de todo o mundo na Cidade do Panamá, na Jornada Mundial da Juventude.

O Papa Francisco já está em viagem e deve chegar hoje ao mesmo destino dos jovens católicos. Enquanto isso, a juventude participa de momentos de espiritualidade e catequese e, pouco a pouco, vai conhecendo um pouco da realidade local e faz o intercâmbio entre os jovens de diversos países ali representados.

“A JMJ está sendo uma experiência maravilhosa. Nesses primeiros dias, o que mais nos emocionou foi o acolhimento do povo panamenho que, com muita simplicidade, nos acolhe com muita alegria e carinho, realmente um acolhimento muito caloroso.

Além disso, a convivência com os demais católicos nos mostra a comunhão da Igreja, ainda que em línguas diferentes, com costumes diferentes, a amizade se dá de forma muito fácil e natural, mesmo tão longe isso faz nos sentirmos em casa e em paz”, relata a içarense Mariá de Mello.

Mariá está acompanha por Leidiane Reus e Julia Viana e já se encontrou com os jovens criciumenses Leonardo Rosa, Ana Paula Bonazza e a angolana Epifania Dinora. Da Diocese de Criciúma, participam também as jovens Jaqueline Taufembach e Gisele Garcia, além dos padres Antônio Júnior e Eloir Borges, Fernando Guidi e Rosimere Michels.

Na Feira Vocacional da JMJ, Mariá, Julia e Leidiane visitaram o estande do Movimento Familiar Cristão, do qual são integrantes aqui no Brasil. Ali, fizeram amizade com jovens do México e também com um brasileiro de Natsl (RN). Visitaram o estande da Canção Nova e das irmãs da congregação de Madre Tereza de Calcutá, das quais ganharam uma relíquia de segundo grau da santa. Na catequese de hoje, contaram com a pregação do Bispo da Diocese de São João da Boa Vista (SP), Dom Antônio Emídio Vilar (foto).

“Com muita emoção, alegria e união aconteceu  a abertura de JMJ 2019 no Panamá. Olhos encantados davam as boas vindas a milhares de jovens do mundo, 140 países unidos em um só coração e em uma só voz para levar o amor de Deus às pessoas. Ser peregrino é levar a alegria do céu a todos os povos, para que juntos possamos construir um mundo mais fraterno. Hoje estamos ansiosos com a chegada de Papa Francisco que fortalecerá ainda mais nossa fé e nossa esperança. Nossos jovens são a esperança para o mundo melhor!”, declara a jovem Leidiane Reus, também de Içara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *