Laudo confirma feminicídio em Içara

Içara

O resultado de um laudo cadavérico divulgado nesta segunda-feira terminou cum um mandado de prisão preventiva contra um morador de Içara. O homem é apontado como o principal suspeito do assassinato da própria esposa, registrado na última quarta-feira.

Scheilla Reginal Treze, 32, foi encontrada sem vida, dentro da própria casa. O marido relatou a polícia que a esposa fazia uso de medicamentos controlados e que essa poderia ser a causa da morte. No laudo feito pelo IML, no entanto, foi identificado que um trauma craniano teria provocado a morte da jovem.

De acordo com o delegado Rafael Iasco o exame também apontou queimaduras no tórax da vítima. Segundo o exame, a mulher foi torturada de joelhos e golpeada na cabeça até perder os sinais vitais. Ela já estaria morta há pelo menos oito horas quando o corpo foi encontrado. 

A partir de agora o caso passa a ser tratado como feminicídio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *