Lei de abuso de autoridade faz promotor arquivar denúncia

Criciúma

A nova lei de abuso de autoridade  acabou dando repercussão nacional a uma ação do Promotor Alex Sandro Teixeira da Cruz. O promotor criciumense arquivou uma notícia crime de importunação sexual citando o artigo 27 da nova lei. Lembrou que sendo um indício concreto do crime poderia ser condenado de 6 meses a 2 anos detenção e ainda pagar multa.

A denúncia chegou até o promotor de maneira anônima. Ela continha apenas  o relato sobre o suposto autor e o suposto crime, mas não apresentava dados concretos sobre a vítima nem tampouco as circunstâncias que teriam levado ao fato. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *