Lojistas se reúnem na Nereu Ramos Foto - Caio Marcelo/Divulgação

Lojistas querem retomar atividades nesta quarta

Criciúma

Mesmo com a sinalização do Governador Carlos Moisés de continuidade na quarentena (novo decreto deve ser editado nesta tarde) um grupo de lojistas de Criciúma está disposto a retomar as atividades. A desobediência civil não tem o apoio da CDL e começou a ser discutida nesta manhã.

Um grupo que defende a retomada imediata das atividades se reuniu na Praça Nereu Ramos. O ato que contou com a presença de alguns políticos, como o deputado Ricardo Guidi, deve ser repetido nesta tarde de terça-feira (7). O objetivo é reunir o maior número possível de comerciantes e também de funcionários. A intenção é mostrar o descontentamento do setor com o distanciamento social proposta por Moisés.

Revolta também em Içara

A indignação dos lojistas de Criciúma é a mesma dos comerciantes de Içara.
“O Governador vai quebrar o comércio de Santa Catarina. Se pode abrir os demais setores porque o comércio em geral não abre? Em Içara já temos muitas demissões e muitos lojistas querem ir até o palácio do Governo para entregar os boletos e as chaves do comércio”, dispara o presidente da CDL Alexandre Fernandes.

Em entrevista a Massa FM ele lembrou que a tal ajuda do governo é faz de conta. “Vai levar um ano para chegar de tanta burocracia que tem. Para o povo, vocês ganhar uma cesta básica e olhe lá”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *