Mais de 15 mil máscaras já foram produzidas no Centro Cultural Jorge Zanatta

Criciúma

ão 800 itens de proteção contra o coronavírus fabricados diariamente pelos colaboradores da FCC e da FME

Em funcionamento desde o dia 28 de abril, a confecção instalada no Galpão Cultural, do Centro Cultural Jorge Zanatta, ultrapassou o número de 15 mil máscaras produzidas, sendo que diariamente são fabricados 800 itens de proteção. Os funcionários da Fundação Cultural de Criciúma (FCC) e da Fundação Municipal de Esportes (FME) estão auxiliando na confecção, fortalecendo ainda mais o município contra o coronavírus.

Até o retorno das atividades culturais e esportivas, os profissionais farão esse trabalho exclusivo de combate à pandemia. Os colaboradores aprenderam todo o processo de produção na confecção da Associação Feminina de Assistência Social de Criciúma (Afasc). A matéria prima dos itens é oriunda de doações, já as máquinas de costura e demais equipamentos são emprestados.

“Vale ressaltar que estamos seguindo às normas estabelecidas pelos órgãos competentes, utilizando touca, máscara e avental. Além do uso de álcool em gel a cada duas horas nas mãos e nos equipamentos”, comentou a diretora administrativa da FCC, Jamile Souza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *