Materiais informativos sobre o coronavírus são distribuídos em Criciúma

Criciúma

Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município estão recebendo cartazes com orientações de prevenção da doença

Com o primeiro caso de coronavírus confirmado no Brasil, na cidade de São Paulo, a Secretaria Municipal de Saúde prevê orientações à população por meio de cartazes informativos sobre a doença nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Criciúma. Além disso, está sendo planejada uma ação de fiscalização nos hospitais do município e demais locais, com o objetivo de chegar se estão sendo seguidas as orientações dos protocolos de prevenção da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ao coronavírus.

Segundo o Ministério da Saúde, um caso da doença já foi confirmado no Brasil, sendo um homem de 61 anos que reside em São Paulo e havia viajado para Itália entre 9 e 21 de fevereiro, enquanto outros 20 casos suspeitos seguem sendo investigado. Em Santa Catarina, não houve registro da doença confirmado até o momento, porém dois casos estão sob suspeita e outros quatro já foram descartados, conforme a Secretaria de Estado da Saúde. A doença do coronavírus causa infecções respiratórias e pode levar à morte. O período de transmissibilidade é, em média, de sete dias, podendo variar de zero a 14.

A faixa-etária mais atingida são os idosos, principalmente os homens. “O que mais preocupa é a forma silenciosa de transmissão da doença, porque em alguns casos ela pode não apresentar sintoma algum, porém pode transmitir. A orientação principal é ter higiene e lavar a mão o máximo de vezes que puder ao dia”, enfatiza a gerente de Vigilância em Saúde de Criciúma, Andréia Bertoncini Pereira. Mais informações sobre o coronavírus podem ser encontradas no site do Ministério da Saúde (https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/coronavirus).

Orientações para prevenção do coronavírus:

– Higienizar as mãos com frequência utilizando água, sabão e álcool em gel.

– Evitar aglomerações e ambientes fechados.

– Cobrir a boca e o nariz ao tossir e respirar.

– Não compartilhar objetos de uso pessoal, tais como: talheres, pratos, copos e garrafas.

– Se apresentar sintomas como tosse, febre alta e dificuldade de respirar, procurar o serviço de saúde mais próximo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *