Mercado de trabalho e atendimento ao cliente na Jornada de Odontologia

Criciúma

Avanços da tecnologia, mercado de trabalho, sedação consciente, mudanças na carreira e atendimento ao cliente foram alguns dos assuntos abordados nesta quinta-feira (23/5) na Unesc, durante a 8ª Jornada Acadêmica de Odontologia. O penúltimo dia do evento foi marcado pelas palestras “Futuro da Odontologia e Mercado de Trabalho” e “Atendendo e Entendendo – Como pensar a satisfação do cliente na Odontologia?”, com o professor doutor Francisco Rehder e “Sedação Consciente”, com o professor e especialista Lucas Golin Fernandes.

No período da manhã, Rehder falou sobre tendências na odontologia e inovações disruptivas que estão mudando a profissão e sobre gestão de consultórios e atendimento ao cliente. À tarde, foi a vez de Fernandes abordar a técnica da sedação consciente e fazer uma demonstração ao vivo. Ainda nesta quinta-feira foi realizado o sorteio de um aparelho de ultrassom entre os participantes do evento.

Segundo Rehder, o futuro é muito moldado na necessidade que o homem tem, no que ele imagina e em qual é a sua perspectiva e, a partir disso é que ocorre o desenvolvimento. “O fator estética, por exemplo, teve um papel preponderante para o desenvolvimento da odontologia. Hollywood pode ser citado neste contexto. As atrizes do cinema não tinham os dentes perfeitos e recorriam a um profissional dos Estados Unidos que fazia pequenas facetas para serem usadas por elas durante os filmes. Algumas tinham dificuldades de atuarem por conta do material, mas a estética era muito importante para o cinema. Hoje as facetas evoluíram e os laminados cerâmicos são feitos por dentistas de todo o mundo e a odontologia avançou a ponto de que eles sejam definitivos”, comenta.

O professor doutor aponta a tecnologia como uma aliada ao exercício da odontologia, citando o exemplo dos smartphones. Segundo ele, esses aparelhos permitiram que os pacientes pudessem visualizar mais nitidamente as imagens e os problemas de sua boca. Em relação às mudanças nas técnicas e procedimentos realizados pelos dentistas, o palestrante ressalta que a inteligência artificial está cada vez mais próxima do cotidiano de cada um e que o desenvolvimento da internet modificou tudo em termos de tecnologia. “O comportamento humano em relação a tecnologia também mudou e quando trazemos esse cenário para a odontologia, isso tem impacto também. Há coisas que eu aprendi na faculdade no em 2003 que já não fazem mais sentido hoje, por exemplo”.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *