Museu de Araranguá recebe “Das Coisas da Terra, do Céu e do Mar Catarina Sul”

Já está aberto ao público, no Museu Histórico de Araranguá, a exposição “Das Coisas da Terra, do Céu e do Mar Catarina Sul”. A exposição reúne obras dos artistas plásticos Edi Balod e César Pereira. A temática do evento, como o próprio título esclarece, está ligada com a cultura litorânea do sul de Santa Catarina.

As obras de Balod, relacionam-se fortemente com o dia-a-dia de pescadores, contadores de causos, folclores e religiosidade. São restos de antigas embarcações, placas de sinalização, pedaços de balsas, conchas entre tantos outros objetos, em sua maioria, recolhidos nas orlas do sul.

“Procuro recolher estes materiais que já tiveram alguma utilidade prática, mas que naturalmente acabariam no fogo ou abandonados em algum terreno baldio para estabelecer, através de uma abordagem estética, um novo significado e uma nova relação entre o objeto e as pessoas que irão interagir com a minha proposta”, assinala Balod.

Já César Pereira, que participa da exposição como artista convidado, buscou na cerâmica a ligação com o tema, apresentando peças que vão desde a olaria, tradicional entre os descendentes de açorianos, até a escultura com impressões e efeitos de queima que resultam em manchas e texturas bastante particulares.

“Procurei construir objetos simples, mas que apresentasse uma multiplicidade de significados,  suscitando algum tipo de lembrança ou reflexão sobre a história, costumes e o cotidiano das pessoas que subsistem dos rios, das lagoas e do mar”, afirma Pereira.
A exposição fica no Museu até o final de fevereiro deste ano.