“O Moisés se elegeu nas minhas costas”, afirma Bolsonaro

Criciúma

O Presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar alguns Governador pela decisão de paralisar a economia durante os últimos dias como medida de combate ao coronavírus. A manifestação foi feita na saída do Alvorada, onde tradicionalmente o presidente é abordado por populares e pela imprensa.

“Tem uma ponte que foi destruída, que é a roda da economia. Os empregos foram destruídos por ações de governadores, de alguns. Porque daqui a pouco a imprensa vai dizer que estou atacando os governadores. São alguns, em especial São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina. O Carlos Moisés pelo amor de Deus. Se elegeu com o meu nome, foi mais um que se elegeu com meu nome.Agora é dono do Estado, transformou em outro país e agora as consequências estão ai”, disparou. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *