Padre Jadilson Tasca é ordenado em Treviso

Treviso

Na tarde deste sábado, 20 de julho, às 15 horas, a Igreja Matriz Santo Alexandre, em Treviso, acolheu fiéis de toda a Diocese de Criciúma por ocasião da missa com o rito de ordenação presbiteral do até então diácono Jadilson Tasca. Natural de Lauro Müller e filho da comunidade Nossa Senhora dos Campos, de Forquilha, interior de Treviso, o mais novo padre diocesano recebeu o sacramento diante de seus pais, Rosina e Hilário, familiares, padres, religiosas, leigos e leigas, pela imposição das mãos de Dom Jacinto Inacio Flach.

“É uma das grandes festas que nós celebramos, quando, alguém, na sua generosidade, se oferece para servir a Deus com toda a sua vida. Isso nos motiva a olhar as leituras de hoje. O Divino Oleiro, certamente já trabalhou em ti, Jadilson, durante todos esses anos de formação. Mas a graça de Deus continuará trabalhando, para cada vez mais sermos dele, para Ele e para o seu povo que nós servimos”, disse Dom Jacinto.
O vinho da missão

Com o lema de ordenação “Fazei tudo o que Ele vos disser” (Jo 2,5), extraído do Evangelho que narra o primeiro milagre de Jesus nas Bodas de Caná, o jovem de 29 anos foi ordenado. “Uma grande missão tua vai ser ‘transformar a água em vinho’. Tanta água tem por aí, em nossos corações: já não tem cor e sabor, é algo que já não diz mais nada. Tantas pessoas já não sentem mais essa alegria do vinho novo que Cristo e sua Mãe querem nos oferecer. A missão do pastor é ir ao encontro dessas pessoas”, frisou o epíscopo.

Dom Jacinto falou da importância de uma Igreja acolhedora, misericordiosa com todos, a começar por aqueles que mais precisam, como pede o Papa Francisco. O bispo também ressaltou o “tríplice múnus” ao qual o padre é enviado a exercer seu ministério: o de ensinar – através da evangelização e da catequese; o de santificar – através dos sacramentos oferecidos ao povo de Deus; e o de governar – administrando e cuidando da paróquia que lhe é confiada, sendo também elo de união entre todos os serviços que a compõem.

“Essas missões são muito importantes. Que tu nunca te esqueças e tenho certeza que as leituras que escolhestes estão de acordo com isso. Tenha sempre essa humildade no teu coração e que o Divino Oleiro possa te ajudar a cada vez mais ser moldado ao serviço e ao amor da sua Igreja”, pediu Dom Jacinto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *