Polícia investiga denúncia de assédio contra criança

Um caso de assédio sexual contra uma criança de dez anos foi registrado em Jaguaruna. O fato teria ocorrido em um condomínio na praia do Camacho, na sexta-feira.

Segundo o registro da Polícia Militar (PM), a vítima contou que um dos funcionários do condomínio lhe mostrou o órgão sexual e a chamou para um corredor isolado.

Ainda conforme o Boletim de Ocorrência feito pela PM, a criança estava com sua mãe, que trabalha no condomínio. A mulher procurou a Delegacia de Polícia Civil da cidade na tarde de sexta-feira, mas o local estava fechado. Por conta disso, procurou a Polícia Militar.

A mãe da criança também repassou aos policiais o nome do suspeito e o local onde ele mora. Porém, conforme a PM, o homem teria se evadido após os fatos. A acusação de assédio será investigada pela Polícia Civil.

Em Imbituba, na semana passada, um inquérito foi instaurado para investigar um caso de abuso sexual contra um adolescente de 12 anos. O crime teria sido praticado dentro de uma escola, durante um evento noturno, e o suspeito de praticar o abuso é um funcionário da unidade.

Crimes preocupam
Também na última semana, dados divulgados no 11º Anuário Brasileiro da Segurança Pública mostraram que Santa Catarina tem a maior taxa de tentativas de estupro do país. De acordo com a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami) de Tubarão, os maiores alvos são crianças e adolescentes, e estão relacionados a crimes sexuais.

 

Informações Diário do Sul