“PP sairá ainda mais forte”, afirma Miri Dagostin

Criciúma

A decisão da Direção Estadual do PP de anular a eleição do diretório de Criciúma e determinar uma nova disputa deve provocar fissuras no partido. O vereador Edson Paiol, por exemplo, já havia dito na semana passada que uma intervenção iria acelerar sua decisão de deixar o partido.  Nos bastidores a informação é de que outros tendem a tomar o mesmo caminho.

Mas para o vereador Miri Dagostin a avaliação é outra. Miri prefere não tratar o assunto como intervenção. Segundo ele, o que houve foi uma correção de curso. “E o PP vai sair deste processo maior e mais forte. Da forma como o processo foi conduzido corríamos o risco de não conseguir nem mesmo participar da próxima eleição. Vamos trabalhar, definir um novo presidente e preparar uma nominata forte para disputar a Câmara de vereadores na eleição deste ano. A medida foi acertada”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *